Blog Siquim

Queremos a suspensão do Concurso Público do IML!

24/03/2017 | Destaque

O Sindicato dos Químicos do Estado do Paraná protocolou ontem (23) ação ordinária de fazer com pedido de tutela provisória de urgência, insurgindo-se contra ato do Presidente da Comissão de Concurso da Polícia Científica do Estado do Paraná (IML), pretendendo a alteração do edital de concurso nº 001/2017, para provimento de 54 (cinquenta e quatro) vagas para o Quadro Próprio dos Peritos Oficiais do Estado do Paraná – QPPO, dentre elas para o cargo de QUÍMICO LEGAL E TOXICOLOGISTA, com a consequente reabertura do prazo para inscrições.
O concurso em questão prevê que as vagas de Químico Legal e Toxicologista podem ser preenchidas apenas por graduados em Farmácia ou Biomedicina. Da forma como o edital fora inicialmente lançado, estão excluídos do concurso os profissionais de nível superior da área de Química (bacharéis em Química, licenciados em Química, Químicos Industriais e Engenheiros Químicos).

Por meio da ação proposta, pretende-se a suspensão da realização da prova, a qual ocorrerá no próximo domingo, dia 26/03/207, e ainda a reabertura das inscrições, com a inclusão dos profissionais de nível superior da área de Química. Isso porque as descrições das atividades estabelecidas em edital para os cargos de Químico Legal e Toxicologista possuem similitude com as atribuições instituídas no Decreto nº 85.887, de 7/03/1981, e também nos artigos 334 e 335 da Consolidação das Leis do Trabalho.

O Presidente do Sindicato dos Químicos reforça ser fundamental que a entidade não permaneça insensível em face de pretensas lesões aos interesses de seus representados. Elton Evandro Marafigo declara que “é importante a valorização do profissional da Química, o qual não pode ser esquecido em concursos públicos tal como o promovido pelo IML”.

Karina Giselli Pimenta Jorge
Advogada
http://lattes.cnpq.br/8823998322590356


Seja o primeiro a comentar.

Adoraria ler seu comentário aqui!

Responderei assim que possível.

Categorias